Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
Rastrear minha compra
09/12/2023

Prensa Francesa: Aprenda a escolher a melhor para você!

Já ouviu falar na prensa francesa? Tenho certeza que sim. Também chamada de french press, press pot, coffee press, cafetière a piston entre outros nomes, ela é comum na casa de apreciadores de café que gostam de praticidade e é vista com frequência em cenas de séries e filmes, já que beleza tá sempre em dia nesse utensílio. Algumas dicas no texto de hoje vão ajudar você a escolher a melhor opção de prensa para atender seus hábitos cafeinados. Sim: muitos detalhes importam!

 

História – Os primeiros registros do uso da prensa francesa são de 1850, como um utensílio usado em cozinhas francesas semelhante à versão da prensa que usamos hoje em dia pelo mundo. Mas, foi em 1929 que a cafeteira recebeu sua patente, registrada pelo designer italiano Attilio Calimani. Hoje em dia, contamos com muitos modelos, cores e tamanhos de prensas francesas, o que causa até confusão na hora da escolha.

 

Tamanho importa – Minha primeira prensa francesa – que tenho até hoje – foi presente de uma grande amiga do café. Eu a uso somente quando recebo visitas, já que é tamanho família. Um modelo com capacidade para 1 litro. Sim, existem tamanhos diferentes e é a primeira coisa que você deve levar em conta na hora de escolher a sua.

Pense sempre na quantidade de café que você prepara. Não adianta escolher uma prensa enorme e desperdiçar café por ter esfriado ou você ter achado cafeína demais para aquele momento.

Aos poucos, fui me encantando com o método, adquiri um modelo menor, para preparo de 350 ml de café, mas logo percebi que a qualidade dela era inferior. Ok! Já vou te explicar sobre isso no próximo tópico. Deixei essa para usar apenas no preparo de chás e infusões de vez em quando.

Para o dia a dia, a minha atual prensa queridinha é o modelo Smart na cor vermelha da marca Bialetti com capacidade para 350 ml (tem em 1 litro também, se preferir café para a família toda). Para duas pessoas ou só para mim, a de 350 ml é perfeita em todos os momentos.

Antes da escolha do seu modelo preferido e mais eficiente, pesquise também se a marca oferece a jarra de vidro separada caso ocorra algum acidente e você queira comprar somente a peça para repor.

 

Resistência e filtro – Outros detalhes essenciais é sobre o material que é feito sua prensa. A jarra dela deve ser feita em vidro borosilicato, um material resistente a temperaturas que garante a durabilidade e resistência a choques térmicos. A espessura do vidro também ajuda a manter o calor e seu café não esfriar tão rápido. E uma coisa bem legal é a trava de segurança entre o corpo e o vidro que o modelo Smart possui, para evitar acidentes e garantir que quando você servir o café o vidro não vai deslizar da parte em plástico com a alça.

O êmbolo da prensa também deve ter qualidade. Quanto mais fechada a trama em aço inox, menos resíduos do café moído passarão para sua xícara de café.

Leve isso tudo em consideração na hora de pesquisar a prensa pelo valor e invista em um utensílio seguro e que garantirá os sabores do café de qualidade que você vai escolher 😉

Moagem do café – A prensa é um método que o café fica em infusão direta com a água. Tudo que queremos aqui são sabores intensos, já que a água não apenas passa pelo café como fazemos com um coador enquanto despejamos a água.

Essa intensidade na medida depende da moagem, da temperatura da água e do tempo de infusão. Decorou aí? Moagem temperatura e tempo!

A moagem deve ser média/grossa. Desta forma, você evita extrair sólidos demais do café. A temperatura da água pode estar em uns 90 a 95 graus. Ferva a água, escalde o utensílio, depois acrescente o café e a água quente. Não esqueça de tampar sem abaixar o êmbolo para não perder temperatura. Por último e também essencial, o tempo de infusão, que sugiro ser de 3 a 4 minutos. Quanto mais tempo em infusão, mais substâncias você extrai do café, inclusive alguns ácidos que garantem amargor e também a cafeína. Se passar da medida, o café não ficará tão saboroso.

Truque de mestra – Uma dica preciosa e que uso muito no dia a dia é mexer um pouco, delicadamente, o café logo que coloco água para aproveitar todos os sabores e retirar o excesso do café logo após o tempo de infusão e antes de abaixar o êmbolo. Deixe sempre uma tigelinha e uma ou duas colheres para essa prática, que garante que quando você abaixar o êmbolo, uma quantidade menor de café estará no fundo do utensílio, evitando sabores desagradáveis se você for tomar aos poucos e ainda excesso de resíduos no fundo da xícara.

Hora da limpeza – A primeira coisa aqui, claro: cuidado! Na hora de lavar a prensa é comum que com o uso de sabão acidentes aconteçam e a jarra em vidro escorregue das suas mãos! Procure segurar o vidro sempre muito próximo ao fundo da pia e usar o mínimo de sabão. Aproveite o que sobrou da água quente para fazer isso.

A tampa e êmbolo da prensa se desencaixam. Não deixe de desmontar com cuidado essas peças para garantir a limpeza total evitando o acúmulo de óleos do café na parte em aço inox e também no vidro.

Uma escova com cerdas macias, como uma escova de dentes (nova e sem uso para este fim, é claro!) é perfeita para limpar delicadamente a malha em aço inox e as molas que ficam em volta do êmbolo.

Deixe tudo secar bem antes de guardar, viu!

Agora que você domina a prensa francesa, da compra ao preparo e até a limpeza, é só se aventurar pela praticidade, sustentabilidade e charme dessa cafeteira que tem fãs por todo o mundo!

 

Escrito por: Gi Coutinho – Pura Caffeina